No. 1643

Uma jovem (a da capa) resolve ingressar na casa de uma ex-namorada de seu amigo. Lá, ela anota num de seus Diários  as impressões de viagem que vai tendo ao longo do tempo em que permanece na casa. Ocorre que a casa está praticamente vazia, não restando mais que alguns pertences e um outro elemento da antiga mobília, geralmente coberto de poeira.

tour pela casa não se dá de modo calmo, tranquilo. Alguns eventos simplesmente parecem contribuir para que a estada de Camila na casa não possa ser jamais esquecida.

Narrado em primeira pessoa (o autor nos fala de/em um eu femilírico — convenhamos: um dos neologismos mais marcantes criados/empregados pelo autor), num tom um tanto próximo àquela narrativa de A Paixão Segundo G.H. A Hora da Estrela, de Clarice Lispector, o livro (a ser lançado ao mesmo tempo em Portugal e no Brasil, ainda em 2016) é a estreia (em livro impresso) do autor em prosa (de ficção).

Anúncios

Um comentário sobre “No. 1643

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s